o que deve ser feito e como fazê-lo

Mareliza Alonso Cupolilo

Prezados colegas,

 

As eleições do IRIB se aproximam, as cédulas de votação já devem estar aportando nas serventias imobiliárias de todo o estado. Como muitos devem saber, eu e o colega Christian Beurlen, do RI de Pomerode, somos apoiadores e integrantes da chapa Construindo Pontes", por isso, peço vênia para, muito respeitosamente, tecer breves considerações.

 

As eleições deste ano contam com duas chapas compostas de valorosos integrantes vindos de todas as regiões do país.

 

A chapa Rumo ao Futuro tem em seus quadros o admirável colega Jordan, a quem eu tenho grande respeito e estima.

 

Tenho certeza de que ambas as chapas estão imbuídas do espírito pró-registral e pretendem buscar, a partir das suas particulares perspectivas, um futuro melhor para o registro imobiliário brasileiro. O que difere uma campanha da outra é, penso eu, o que dever ser feito e como fazê-lo.

 

Não preciso aqui falar das virtudes e qualidades do colega Jordan, pois todos nós o conhecemos.

 

Mas gostaria de falar do Sérgio Jacomino, Doutor em Direito Civil pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP (2005) e especialista em Direito Registral Imobiliário pela Universidade de Córdoba, Espanha. Atualmente é o Quinto Oficial de Registro de Imóveis da cidade de São Paulo e é membro honorário do CeNOR - Centro de Estudos Notariais e Registais da Universidade de Coimbra e Presidente da Academia Brasileira de Direito Registral Imobiliário - ABDRI.

 

Não bastasse tão extenso currículo, é também o responsável pela organização e publicação da Kollemata, repositório da jurisprudência atinente ao extrajudicial, disponível gratuitamente a todos nós registradores e demais operadores do Direito.

Também foi o responsável por outros diversos avanços em favor da categoria e pela adoção de medidas arrojadas nas suas gestões enquanto presidente do IRIB.

 

Ademais, é ainda um homem versado nas artes e músico exímio, sendo um detalhe curioso que nos vídeos de apoio à sua campanha, a música tema de abertura e encerramento seja um incrível jazz de sua autoria.

 

Penso que as expressões arrojo, intelectualidade, espírito aguerrido e capacidade de liderança sejam alguns dos atributos que definem esse homem.

 

Os apoios à sua candidatura atravessam o oceano e ecoam até mesmo em Portugal, de onde a admirável Professora Mónica Jardim, que aqui em Florianópolis nos brindou com uma magnífica palestra no último dia 28/10, também confirma que, a partir do seu ponto de vista, a chapa "Construindo Pontes" deveria ser eleita.

 

Por tudo isso, gostaria de conclamar os colegas a se aprofundarem nos debates relacionados às eleições do IRIB, para que possam votar de maneira completamente consciente, uma vez que se trata do futuro da nossa atividade profissional. Não se preocupem em votar por amizade aos integrantes de qualquer das chapas, pois bem sabemos pela experiência como cidadãos, que apenas o voto consciente é que pode transformar o lugar em que vivemos ou trabalhamos.

 

Ademais, lembro a todos que o voto é secreto exatamente para que cada eleitor possa se sentir à vontade para exercê-lo de acordo com as suas convicções pessoais. Avaliem, conheçam e votem conscientemente, pois somos todos responsáveis pelo futuro da atividade.

 

Mareliza Alonso Cupolilo
Registradora em SC

  • White Facebook Icon
  • White Twitter Icon
  • White Google+ Icon
  • White YouTube Icon
  • White Instagram Icon